Finlândia: deputada é processada por discurso de ódio ao defender casamento tradicional

0
Päivi Räsänen/Facebook
Anúncio:

Päivi Räsänen, membro do poder legislativo da Finlândia, está sendo processada criminalmente por promover valores bíblicos sobre casamento e sexualidade. A parlamentar é integrante da Igreja Evangélica Luterana da Finlândia.

Segundo informou o site Christian Post, o Procurador-Geral da Finlândia acusa Räsänen de três crimes, incluindo a figura vaga do crime de “discurso de ódio”. Se condenada, pode ser aplicada a pena de até seis anos de prisão à deputada.

Anúncio:

“Não posso aceitar que expressar minhas crenças religiosas possa significar prisão”, disse Räsänen à organização cristã ADF International, com sede na Áustria e ocupada em promover a liberdade religiosa na Europa. “Não me considero culpado de ameaçar, caluniar ou insultar ninguém. Minhas declarações foram todas baseadas nos ensinamentos da Bíblia sobre casamento e sexualidade.”

A acusação alega que Päivi Räsänen promoveu discurso de ódio em um panfleto publicado em 2004, em um programa de TV que foi ao ar em 2018, e em um tweet direcionado à sua igreja. Nessas ocasiões, Päivi Räsänen expressou opiniões bíblicas sobre casamento e sexualidade.

A parlamentar afirmou que não irá se acovardar:

“Não vou recuar de minhas opiniões. Não serei intimidado a esconder minha fé. Quanto mais os cristãos se calam sobre temas polêmicos, mais estreito se torna o espaço para a liberdade de expressão.”

O Diretor Executivo da ADF International, Paul Coleman, disse que “a decisão do Procurador-Geral finlandês de apresentar essas acusações contra a Dr. Räsänen cria uma cultura de medo e censura. É preocupante que tais casos estejam se tornando muito comuns em toda a Europa. Se funcionários públicos comprometidos como Päivi Räsänen são criminalmente acusados de expressar suas crenças profundas, isso cria um efeito assustador para o direito de todos de falar livremente.”

No tweet de 2019, emque o Prourador-Geral acusou Päivi Räsänen de discurso de ódio, ela postou um verso bíblico (Romanos: 24-27) com o seguinte teor:

“Portanto, Deus os entregou nos desejos pecaminosos de seus corações à impureza sexual para a degradação de seus corpos uns com os outros. Eles trocaram a verdade sobre Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas criadas em vez do Criador – que é eternamente louvado. Por causa disso, Deus os entregou a concupiscências vergonhosas. Até mesmo suas mulheres trocaram relações sexuais naturais por não naturais. Da mesma forma, os homens também abandonaram as relações naturais com as mulheres e ficaram inflamados de desejo um pelo outro. Os homens cometeram atos vergonhosos com outros homens, e receberam em si mesmos a devida penalidade por seu erro.”

Päivi Räsänen é integrante do parlamento finlandês desde 1995 e mãe de cinco filhos.