América de Biden: exército dos EUA divulga casamento lésbico em comercial de recrutamento

0
Screenshot/Twitter
Anúncio:

Em uma campanha de marketing para recrutamento de candidatos, o exército americano fez um vídeo onde mostrou um casal de lésbicas e uma parada gay.

O intento do conteúdo foi claramente se adequar à cultura “woke” dos Estados Unidos. Tal expressão é usada para descrever o movimento crescente da cultura progressista, que além de influenciar a educação, o entretenimento e a política, agora parece dar as caras ao poderoso exército americano, instituição que até pouco parecia imune a ideologias.

Anúncio:

“O anúncio gira em torno da cabo Emma Malonelord, filha de duas mães. Depois da faculdade, Malonelord busca novas aventuras e desafios, encontrando-os ao se juntar ao Exército dos EUA”, anotou o portal Daily Caller.

O vídeo explica que:

“Criada por duas mães que a apoiavam, Emma se sentiu sortuda por ter modelos tão poderosos em sua vida. Inspirada por sua coragem e convicção, ela estava determinada a enfrentar seus próprios desafios e quebrar estereótipos ao longo do caminho. Esta é a história de um soldado que opera os Sistemas de Defesa de Mísseis Patriot de sua nação. Tudo começa na Califórnia com uma menina criada por duas mães.”

Emma Malonelord esclarece ainda a ida ao exército foi um meio pelo qual quebrou certos tabus conservadores da sociedade.