Esquerda acusa Justin Bieber de “apropriação cultural” em foto onde ele aparece com “dread” no cabelo

0
Instagram/JustinBieber
Anúncio:

O cantor Justin Bieber recebeu uma enxurrada de críticas nesta semana, após publicar uma série de fotos onde aparece usando “dreadlocks” no cabelo; progressistas acusam-no de cometer “apropriação cultural”.

“O pop star Justin Bieber estreou um novo penteado nas redes sociais: dreadlocks. E não demorou muito para que os meios de comunicação notassem e relatassem o tsunami de usuários das redes sociais acusando a estrela pop de apropriação cultural”, escreveu o site Breitbart.

Anúncio:

O jornal inglês The Independent destacou: “Justin Bieber sob pressão por apropriação cultural ao estrear dreadlocks no Instagram.”

O The Guardian deu a manchete: “Justin Bieber é acusado de apropriação cultural em relação ao penteado.”

“Apropriação cultural” é um termo muito usado pela patrulha ideológica da esquerda, que vê com maus olhos pessoas que se enfeitam com adereços típicos de outra cultura; o pecado é “maior” quando brancos ousam usar algo da cultura negra, como é o caso de Bieber.

“Eu absolutamente te adoro! Mas é MUITO MUITO importante que você entenda por que dreads não é algo que você deveria fazer como um homem branco Cis com privilégios incríveis”, escreveu um usuário na caixa de comentários do cantor.

A esquerda moderna, principalmente a dos Estados Unidos, argumenta que todas as pessoas brancas já nascem com um “privilégio branco” que os coloca em vantagem sobre minorias – como negros, pardos, latinos etc. A fim de combater tal privilégio, é imperioso implementar ações afirmativas a favor de grupos minoritários.