Após fraude de Biden, jornais ensaiam acusar Trump de “golpe”

1
Anúncio:

Os jornais brasileiros festejaram a suposta vitória de Joe Biden, mesmo sabendo que a contagem de votos de diversos estados ainda estava sendo feita pela justiça americana, a pedido de Donald Trump, após várias evidências de fraude. Votos que estão em recontagem não podem ser considerados e os válidos até o momento dariam vitória a Donald Trump. Enquanto cresce a possibilidade de decepção, porém, ensaia-se uma explicação conveniente.

Em coluna no UOL, o jornalista André Fran deu seu veredicto:

Anúncio:

“Estaremos melhores numa reviravolta sem precedentes que gere uma crise institucional garantindo a permanência de Trump ? Dificilmente. O desastre para a democracia americana se disseminaria como um abalo sísmico mundo afora. E, por mais isolado que o Brasil esteja, o impacto aqui pode causar danos irreversíveis”.

Pela primeira vez nas eleições americanas o voto foi feito pelo correio, opção devido à pandemia e efusivamente defendida pelos democratas. A possibilidade de fraude já havia sido levantada por jornalistas e analistas americanos. O vice-presidente, Mike Pence, chegou a afirmar em entrevista à Fox News em julho, que estavam preparados para uma grande fraude em vista da situação.