Spotify censura entrevista de autora; o assunto era seu novo livro contra a ideologia de gênero

0
Birgit Kelle (Foto: dpa)
Anúncio:

A jornalista e autora alemã Birgit Kelle deu recentemente uma entrevista em formato de podcast ao canal SWR, da Alemanha. O assunto era seu novo livro “Noch Normal? Das lässt sich Gendern!”, onde Birgit critica os procedimentos para “troca de gênero” em crianças e adolescentes e desafia a ideia de que alguém pode escolher um gênero diverso do biológico – o que a famigerada ideologia de gênero defende.

“No entanto, a entrevista foi excluída do Spotify na semana passada. É contra as diretrizes da plataforma”, informou o jornal austríaco Wochen Blick, que completou: “até agora, o Spotify deixou sem respostas a questão do motivo legal para a exclusão. A plataforma de música apenas declarou: ‘determinamos que o seguinte episódio de podcast viola nossas diretrizes de conteúdo e o removemos’.”

Anúncio:

Em julho, a Amazon cortou a publicidade de um livro que foca nos aspectos negativos da ideologia de gênero.

“O livro Irreversible Damage: The Transgender Craze Seducing Our Daughters, da autora Abigail Shrier e que é centrado nos efeitos nocivos da ideologia de gênero às garotas, teve sua publicidade cortada pela empresa Amazon, embora o livro ainda esteja sendo vendido”, escreveu o site Estudos Nacionais.