Áustria: parlamentar é investigado por dizer que Alcorão é mais perigoso que COVID-19

1
Norbert Hofer (alliance/APA/picturedesk.com)
Anúncio:

O Ministério Público de Viena, capital da Áustria, pediu que a imunidade parlamentar do deputado Norbert Hofer, do partido de direita FPÖ, fosse revogada.

O motivo é que Norbert disse, em um evento, que “eu não tenho medo do Corona, o Corona não é perigoso. O Alcorão é mais perigoso, meus amigos, do que o Corona, conforme informou o jornal alemão Junge Freiheit.

Anúncio:

O comentário causou furor em líderes islâmicos da Áustria. O presidente da Comunidade de Fé Islâmica, Ümit Vural, descreveu a declaração de Hofer como uma “infelicidade incompreensível.” Outros líderes de partidos de esquerda pediram que Hofer fosse investigado.

Christian Deutsch, líder do partido SPÖ, pediu que o parlamentar se desculpasse e afirmou que “as declarações depreciativas de Hofer e as comparações escandalosas com a comunidade religiosa islâmica são completamente inaceitáveis.”