China proíbe professores de mencionar Deus nas aulas

0
Getty Images/Andrea Obzerova
Anúncio:

Segundo um relatório do Center for Studies on New Religion, uma organização de direitos humanos que se ocupa em lutar contra os abusos do partido comunista chinês, a China faz espionagem a qualquer professor para preveni-los de mencionar Deus aos alunos.

“De acordo com o relatório, as autoridades chinesas irão monitorar os professores e garantir que eles não mencionem nada sobre democracia, liberdade, religião ou Deus. O relatório também diz que os professores religiosos já são considerados uma ameaça para o Partido Comunista Chinês simplesmente porque são religiosos, independentemente do que tenham ensinado. O relatório cita reclamações de vários professores em faculdades e escolas primárias. Os professores foram mantidos anônimos para que o Partido Comunista Chinês não pudesse encontrá-los e persegui-los por falarem sobre o tratamento que o regime dispensa aos seus próprios cidadãos...

Anúncio:

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: