Michelle Obama: “mesmo como primeira-dama, os brancos me trataram como se eu não existisse”

2
Michelle Obama (White House Photo / Pete Souza)
Anúncio:

A ex-primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, criticou os americanos brancos em uma edição do Podcast Michelle Obama, afirmando que ela foi tratada como se não existisse durante a presidência de seu marido Barack Obama.

“Quando estive completamente incógnito durante os oito anos na Casa Branca, passeando com os cães no canal, as pessoas vinham e acariciavam meus cães, mas não me olhavam nos olhos. Eles não sabiam que era eu”, relembrou Michelle os anos de primeira-dama e acrescentou: isso é muito revelador de como a América branca vê as pessoas que não são como eles, como se não existíssemos. E quando existimos, existimos como uma ameaça. E isso é exaustivo.”

Anúncio:

View this post on Instagram

For so many of us, our friendships have been absolutely critical in helping us get through our toughest days and celebrate our highest highs. And this week on the #MichelleObamaPodcast, I’m talking to a few of my girlfriends: Sharon Malone, Denielle Pemberton-Heard, and Kelly Dibble. Our conversation is a pretty good window into what I love about these ladies. We can reminisce, laugh at each other’s stories, and most of all, we can talk about what’s going on in the world or in our own lives. And with everything that’s been going on over these past few months, it’s been especially crucial for us as women of color to have friends to lean on—a group we can sort through it all together. But to me, this episode isn’t just about my friendships. It’s about yours. It’s about the old friend from school who’s been a confidante for every crucial moment of your life. It’s about the girls who cheered you on during the good times or gave you a shoulder to lean on when times were tough. It’s about the people who know you and support you like no one else. I hope that after listening to this episode, you’ll reach out to them and let them know how much they mean to you. Click the link in my bio to hear this week’s episode with my girlfriends.

A post shared by Michelle Obama (@michelleobama) on

Em outra parte do podcast, Michelle Obama relembrou de uma ocasião em que foi comprar sorvetes com suas filhas e uma amiga.

“Tínhamos acabado de levar as meninas para um jogo de futebol. Estávamos parando para comprar sorvete e eu disse ao Serviço Secreto para recuar, porque estávamos tentando ser normais, tentando entrar”, disse Michelle. Havia uma fila e… como sou apenas uma mulher negra, noto que os brancos nem mesmo me veem. Eles nem estão olhando para mim.

“Então, eu estou ali com duas meninas negras, outra adulta negra, elas estão em uniformes de futebol, e uma mulher branca corta bem na nossa frente para pedir. Tipo, ela nem nos viu, continuou. “A garota atrás do balcão quase anotou o pedido. E eu tive que me levantar porque eu sei que Denielle estava tipo: ‘bem, eu não vou causar uma cena com Michelle Obama’. Então eu me apresentei e disse: ‘com licença? Você não nos vê, quatro pessoas, parados bem aqui? Você acabou de entrar na fila?.” E finalizou a história:

Ela não se desculpou, jamais me olhou nos olhos, não sabia que era eu. Tudo o que ela viu foi um negro, ou um grupo de negros, ou talvez ela nem tenha visto isso. Porque éramos tão invisíveis