Homem usando véu islâmico abre fogo em rua de Paris

1
Imagem: Alliance
Anúncio:

Um homem usando um hijab islâmico abriu fogo nas ruas de Paris na noite de sexta-feira (18). Investigadores acreditam ter sido um ataque direcionado.

O ataque ocorreu na Praça Lachambeaudie pouco antes das 22 horas. Testemunhas viram um homem usando hijab correr pela praça carregando um revólver e disparando várias vezes antes de fugir da área.

Anúncio:

Ninguém ficou ferido e diversas balas atingiram lojas localizadas na praça, incluindo um bar de shisha e um pub. Uma bala ficou alojada na veneziana de metal de uma tabacaria, que tinha acabado de fechar, relata o Le Parisien.

Testemunhas do tiroteio disseram que o homem escondeu o rosto usando um véu islâmico e um gerente de café local disse que as pessoas entraram em pânico após os tiros, correndo em todas as direções.

Os investigadores dizem que, depois de olhar as imagens do CCTV, eles determinaram que o invasor não estava atirando ao acaso e que estava mirando em alguém especificamente. O homem alvejado pelo atirador não havia falado com a polícia no momento da denúncia.

Os investigadores acham que o ataque foi um acerto de contas relacionado a uma gangue, já que um caso semelhante ocorreu poucos dias antes, no qual dois homens atiraram em outro homem várias vezes. Em ambos os casos, os atiradores fugiram em scooters.

O uso do véu islâmico como disfarce para criminosos não se limitou à França. Houve casos de terroristas no Afeganistão que o usaram como disfarce, assim como no Reino Unido em 2007, quando Yassin Omar vestiu um véu completo no dia seguinte a sua tentativa de bombardear o metrô de Londres ao escapar da cidade.

Enquanto a França proibiu o véu islâmico completo por uma década, a senadora Jacqueline Eustache-Brinio, autora de um relatório sobre o Islã radical divulgado este ano, disse que muitos bairros e áreas do país não cumprem a lei.

*Com informações da Breitbart