Reino Unido penalizará escolas que não ensinam lições LGBT às crianças

0
Peter Macdiarmid/Getty Images
Anúncio:

O órgão regulador Ofsted, responsável por supervisionar o ensino britânico, disse que as escolas ganharão um selo de “requer melhorias” se negligenciarem informar aos alunos sobre estilos de vida LGBT e sobre “todas as características protegidas dessa classe de pessoas”, informou o jornal inglês Daily Mail.

A orientação do Departamento de Educação deixa claro que as escolas secundárias devem ensinar sobre questões LGBT. Portanto, a partir do próximo verão, se as escolas secundárias não ensinarem sobre todas as características protegidas, elas receberão um julgamento de ‘requer melhorias’ para liderança e gestão. No entanto, a orientação do governo é que as escolas primárias tenham mais poder discricionário sobre quando as questões LGBT são adequadas à idade e, portanto, não necessariamente serão mal cassificadas se as excluírem, afirmou um porta-voz do Ofsted.

Anúncio:

Um comunicado do Ofsted esclareceu que as escolas ainda poderão dar lições sobre religiões que não são compatíveis com a agenda LGBT, de acordo com a fé dos alunos.

“No entanto, se o fizerem, elas também devem explicar os direitos legais que as pessoas LGBT têm sob a lei do Reino Unido e que isso e as pessoas LGBT devem ser respeitadas”, afirma o documento.

Algumas mídias “progressistas” mais radicais não concordaram com a previsão de ainda ceder-se liberdade religiosa em sala de aula.

O National Secular Society escreveu que é totalmente incongruente para o Ofsted penalizar escolas que se recusam a ensinar sobre pessoas LGBT, mas fechar os olhos às escolas religiosas que ensinam que ser LGBT é moralmente errado.”