Doutorado da Universidade de Chicago aceitará apenas pesquisadores em “estudos negros”

O programa do departamento de inglês de doutorado da Universidade de Chicago anunciou recentemente que aceitará apenas candidatos a Ph.D. que se especializaram em “Estudos Negros” neste ano. De acordo com um comunicado publicado online, a decisão foi motivada pelo compromisso do departamento com o movimento Black Lives Matter. A informação é do Breitbart.

2
Foto: Nam Y. Huh
Anúncio:

Uma matéria exclusiva do Campus Reform descortinou que a Universidade de Chicago planeja que os próximos candidatos a Ph.D. do Departamento de Inglês serão obrigados a concentrar suas pesquisas em “estudos negros”.

Um candidato publicou em seu twitter a declaração da universidade (com o link oficial da instituição) a respeito do caso e comentou: “this is wild” (em português, tal expressão se aproxima de “isso é loucura”):

Anúncio:

“O departamento de inglês da Universidade de Chicago acredita que Black Lives é importante e que as vidas de George Floyd, Breonna Taylor, Tony McDade e Rayshard Brooks são importantes, assim como milhares de outras pessoas nomeadas e anônimas que foram sujeitas à violência policial”, diz o comunicado acima. “Como estudiosos da literatura, prestamos atenção às histórias, ambientes e cenas do racismo anti-negro e da violência racial nos Estados Unidos e em todo o mundo. Estamos comprometidos com a luta dos negros e indígenas, e de todos os povos racializados e despossuídos, contra a desigualdade e a brutalidade.”

E anunciou as áreas de Ph.D. que serão disponibilizadas no próximo edital:

Para o ciclo de admissão de pós-graduação 2020-2021, o Departamento de Inglês da Universidade de Chicago está aceitando apenas candidatos interessados em trabalhar com e com os Estudos Negros. Entendemos os Estudos Negros como um projeto intelectual amplo que abrange uma variedade de abordagens metodológicas, campos, áreas geográficas, idiomas e períodos de tempo.”

Recentemente o presidente americano Donald Trump taxou o movimento Black Lives Matter de “maxistas”.

“Black Lives Matter é uma organização marxista”, disse Trump na Fox News. “A primeira vez que ouvi falar de Black Lives Matter, eu disse:‘ esse é um nome terrível ’. É tão discriminatório. É ruim para os negros. É ruim para todos.”