Conferência TED troca a palavra “women” (mulheres) por “womxn” para agradar ativistas trans

1
Randy Shropshire/Getty Images
Anúncio:

A plataforma TED, conhecido serviço que realiza conferências, conversas e transmissões de ideias, resolveu mudar a grafia da língua inglesa ao se dirigir às mulheres (women).

A versão britânica do serviço (TedXLondon) escreveu na última sexta-feira que:

Anúncio:

“OLÁ! TEDxLondonWomxn está voltando (virtualmente)! E adoraríamos que você compartilhasse suas ideias para nos ajudar a construir nosso programa de eventos para este outono … ”

E justificou o uso da palavra “womxn” ao invés de “women”:

“Por que estamos usando ‘womxn’. Não, isso não é um erro de digitação: ‘womxn’ é uma grafia de ‘mulheres’ mais inclusiva e progressista. O termo lança luz sobre o preconceito, a discriminação e as barreiras institucionais que as mulheres enfrentaram e inclui explicitamente as mulheres não cisgênero.”

Recentemente, a marinha britânica anunciou que baniria, no ambiente militar, palavras que têm “man” na composição, como forma de combater o “sexismo”.

Nos Estados Unidos, o dicionário de inglês Merriam-Webster adicionou uma nova definição ao conceito de “female” (mulher) em seu rol, alinhando-se à ideologia de gênero: “ter uma identidade de gênero que é oposta ao masculino.”

EUA: dicionário muda definição de “mulher” para: “identidade de gênero oposta ao masculino”