ONU diz que tudo de ruim na história é culpa do “patriarcado”

2
MICHAEL KAPPELER/POOL/via Getty Images
Anúncio:

O perfil oficial da Organização das Nações Unidas – ONU no twitter afirmou que a pandemia de coronavírus (COVID-19) deixou em evidência “milênios de dominação do patriarcado” e que este mundo onde homens dominaram por séculos é a raiz de todos os problemas modernos.

Anúncio:

“A pandemia #COVID19 está demonstrando o que todos nós sabemos: milênios de patriarcado resultaram em um mundo dominado por homens com uma cultura dominada por homens que prejudica a todos – mulheres, homens, meninas e meninos”, escreveu a organização globalista.

Não é a primeira vez que a ONU atrai a atenção usando a mesma linguagem e agenda da esquerda progressista.

Em junho, a ONU prestou solidariedade ao grupo de extrema esquerda Antifa, após o presidente americano Donald Trump ter anunciado que iria classificá-lo como terrorista.

ONU solidariza-se com a Antifa e condena decisão dos EUA que a classificou “terrorista”

Defendeu a ideologia de gênero também quando repostou um comentário do ator Daniel Radcliffe e que afirmava que “mulheres trans são mulheres”.

Perfil oficial da ONU no Twitter defende a “ideologia de gênero”

Ofereceu “dicas” de como mudar a língua para castrar qualquer palavra que explicita ou implicitamente faça menção ao “gênero” das pessoas.

ONU emite dica linguística para tornar o discurso mais “inclusivo”: falar “marido” e “esposa” é ofensivo

Fez circular um documento (com o timbre da organização) que ensina menores de 4 anos a aprender sobre “masturbação na primeira infância” e “explorar identidades de gênero”.

O atual secretário-geral da ONU, António Guterres, era integrante do partido socialista português.