Noticídio: como o jornalismo do ódio está se tornando uma ameaça à humanidade

0
Anúncio:

Antigamente, costumava-se criticar os tabloides sensacionalistas por gerarem pânico na sociedade por suas pautas de mau gosto. Jamais nossos antepassados acreditariam que os mesmos jornais se tornariam defensores ativos da morte, da violência e do ódio que um dia apenas se limitaram a relatar.

Nas últimas semanas, vimos as páginas dos jornais estamparem manchetes favoráveis ao assassinato intauterino de um bebê de seis meses, que era gestado pela menina de 10 anos, proteger o médico responsável por "derreter" o feto com solução salina, ao mesmo tempo em que rotulava cristãos e defensores da vida como "discurso de ódio". Vimos o jornalismo atacar e combater com força uma Portaria do governo que simplesmente exigia a comprovação de violência sexual para se fazer o chamado "aborto legal", a partir da denúncia do crime de estupro. O site de checadores, Aos Fatos, chegou a falsificar a Por...

Anúncio:

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: