Ecoando globalistas, Cármen Lúcia questiona presença brasileira da Amazônia

1
Anúncio:

Após queixa de Partido Verde em eco a manifestações de fundações e ONGs estrangeiras, o Supremo Tribunal Federal (STF) questionou a forte presença do governo brasileiro em áreas brasileiras da Amazônia, o que provocou reação de generais, do próprio vice-presidente, e de internautas nas redes sociais. O Supremo acata a reivindicação do Partido Verde, ligado à ideologia ambientalista que deseja tornar a Amazônia um "território internacional".

O Estado possui grandes reservas de Estanho, Potássio, Bauxita, Petróleo, Caulim e Gás, com grande potencial em Ouro Diamante, Manganês, Ferro e Cobre. A exploração das riquezas é barrada por diversos fatores, incluindo demarcação de terras indígenas e pressão ideológica internacional de entidades.

Anúncio:

Segundo o jornal de esquerda El País Brasil, há "crítica permanente no exterior" sobre a gestão brasileira do território nacional. Grande parte dos j...

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: