Obama diz que Trump “irá destruir nossa democracia” se não for parado

1
(Democratic National Convention)
Anúncio:

Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos, usou palavras ácidas para atacar o atual presidente na convenção do Partido Democrata, há duas semanas.

“O Comandante Chefe não deve usar os homens e mulheres de nosso exército, que estão dispostos a arriscar tudo para proteger nossa nação, como suportes políticos para atacar manifestantes pacíficos em nosso próprio solo”, disse Obama referindo-se ao despacho da guarda nacional, enviada por Donald Trump às cidades onde protestos violentos as fizeram sair do controle da polícia local. E continuou:

Anúncio:

“O Comandante entende que os oponentes políticos não são‘ antiamericanos ’apenas porque discordam de você; que uma imprensa livre não é o ‘inimigo’, mas a maneira como responsabilizamos os governantes; que nossa capacidade de trabalhar juntos para resolver grandes problemas como uma pandemia depende da fidelidade aos fatos, à ciência e à lógica, e não apenas inventar coisas.”

Atacando Donald Trump mais diretamente, Obama disse que “estes não devem ser princípios dos republicanos ou princípios dos democratas. Eles são princípios americanos. Mas, neste momento, este presidente e aqueles que o capacitaram, mostraram que não acreditam nessas coisas.”

Barack Obama também dirigiu a fala aos imigrantes e minorias: “eu entendo porque um novo imigrante pode dar uma olhada neste país e se perguntar se ainda há um lugar para ele aqui; por que um jovem pode olhar para a política agora, o circo de tudo isso, a maldade e as mentiras e teorias de conspiração malucas e pensar, qual é o ponto disso tudo?”

O ex-presidente ainda clamou aos eleitores que votem em Joe Biden nas próximas eleições, dizendo que ele é o único capaz de “tirar este país desses tempos sombrios e reconstruí-lo melhor.”

E alertou para as consequências de uma reeleição de Donald Trump: “não podemos deixar isso acontecer. Não os deixe tirar seu poder. Não os deixe tirar sua democracia.”