Multibilionária Oprah Winfrey diz que EUA é um sistema de castas onde o “branco” sai na vantagem

5
Oprah Winfrey (mpi04/MediaPunch /IPX)
Anúncio:

Num episódio do programa The Oprah Conversation, a apresentadora Oprah Winfrey convidou diversas pessoas para discutir “racismo”, “privilégio dos brancos”, “brancura” e a posição dos Estados Unidos nessas questões.

“Existem pessoas brancas que não são tão poderosas quanto o sistema de pessoas brancas – o sistema de castas que foi criado – mas ainda assim, não importa onde estejam no degrau ou na escada do sucesso, elas ainda têm sua brancura”, comentou Oprah. “Os brancos têm uma perna à frente. Vocês ainda têm sua brancura [referindo-se aos convidados brancos]. É esse o termo ‘privilégio branco’. Isso significa que a brancura ainda oferece uma vantagem, não importa qual.”

Anúncio:

Dirigindo-se a Seth, um homem branco de Nova Iorque, Oprah perguntou:

“Você ‘acordou’ durante esse período e percebeu naquele despertar que é racista, certo? Eu só quero saber como isso aconteceu.”

“Eu nasci nos anos 70. Nasci e cresci em Manhattan. Sempre me considerei liberal. Agora não sou apenas um amigo das pessoas de cor, mas também um defensor delas, mas esse movimento durante o último mês foi poderoso”, replicou Seth. “Percebi que não podia não ser racista”, continuou. “Percebi que eu era racista ou anti-racista, e não era – não sou – um anti-racista”.

Lisa, uma mulher branca convidada ao programa, acusou todos os brancos, indistintamente, de “preconceituosos”, alertando ainda para “preconceitos inconscientes que os brancos – que nós, como brancos, temos.”