Defensoria Pública de SP quer soltar mais de 3 mil presos por risco de contaminação

O pedido foi negado pelo Superior Tribunal de Justiça.

3
Foto (ilustrativa), penitenciária. Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasilia.
Anúncio:

A Defensoria Pública de São Paulo protocolou na última segunda-feira (27), um pedido de Habeas Corpus coletivo no Supremo Tribunal Federal, para liberar mais de 3.089 presos no Estado de São Paulo, por risco de contaminação do vírus chinês.

Mais de 4.500 presos já foram soltos, centenas deles, de alta periculosidade, sob o mesmo argumento, somente em São Paulo.

Anúncio:

Um chefe da facção criminosa, PCC, que foi capturado depois de anos procurado pela polícia foi solto pelo benefício do covid-19.

“São 11 patetas ali no Supremo, que estão colocando em risco a vida dos outros, por despreparo, por arrogância e, pela imensa auto-confiança que inocula, qualquer pessoa que sabe que ninguém poderá julgá-los. Eles estão acima do bem e do mal”, disse Augusto Nunes, na Jovem Pan, ao comunicar a notícia.

Rio de Janeiro

O Estado do Rio de Janeiro também está sofrendo com o aumento vertiginoso da violência por culpa do Supremo Tribunal Federal. O ministro Edson Fachin, em decisão inédita, proibiu a atuação da Polícia Militar nos morros e favelas do Estado.

Os traficantes dos morros se uniram e criaram o Complexo de Israel. Cinco favelas foram unificadas na zona norte e a religião evangélica se tornou obrigatória entre os moradores que não quiserem sofrer perseguição.

A ação já conta com dezenas de pessoas desaparecidas, aumento substancial da violência e barricadas em meio a avenidas, além de símbolos religiosos e a bandeira de Israel em pontos estratégicos do complexo para demarcar território.

“O que se tem percebido é que eles estão se aproveitando desse período para ampliar a dominação territorial pra áreas que antes não tinham a presença do tráfico de drogas. Então, ruas que eram comumente acessíveis pela sociedade e pelas forças de segurança”, afirmou o delegado Maurício Mendonça.

Mais uma vitória do Supremo Tribunal Federal