Campanha “Não deixe Soros pensar por você” já reúne mais de 16 mil assinaturas

0
Anúncio:

A campanha antiglobalista promovida pelo Movimento Brasil Conservador (MBC) já tem mais de 16 mil assinaturas que serão entregues oficialmente ao Congresso Nacional no dia 13 de agosto. Ela foca no principal financiador de pautas globalistas no mundo, o bilionário George Soros.

Iniciada na quarta-feira (22 de julho), a campanha tem o objetivo de se tornar uma campanha internacional e fixar o dia 12 de agosto como o Dia Internacional de combate à influência do bilionário.

Anúncio:

O site da campanha deixa claro o seu repúdio ao metacapitalista que já foi alvo de campanha semelhante em seu próprio país, por financiar ONGs de imigração ilegal e dar suporte financeiro a militâncias contra os nacionalismos em todo o mundo. A campanha do MBC segue o exemplo da iniciativa da Hungria, país de origem do bilionário, intitulada “Stop Soros”.

“O maior financiador da esquerda no mundo, responsável por derrubar governos e desestabilizar nações. Com uma agenda que vai desde a destruição da cultura judaico-cristã, legalização do aborto, ideologia de gênero, até a censura da internet. Chegou a hora de lutarmos unidos contra a personificação do globalismo”, diz o site da campanha.

Maior financiador das candidaturas democratas dos EUA, Soros odeia Trump, Bolsonaro e tudo o que eles representam e financia no Brasil uma série de iniciativas jornalísticas, como a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), além de sites de verificação de fake news como a Agência Pública, que vêm fazendo uma verdadeira vigilância em cima de blogs e sites conservadores para classificá-los como fake news e abalar sua crescente credibilidade.

O bilionário é amplamente defendido por jornais brasileiros, assim como por sites da extrema esquerda, defensores da legalização de todas as drogas (pauta cara ao megabilionário), aborto e ideologia de gênero. Soros esteve por trás de movimentos ditos espontâneos, como o Occupy Wall Street, que rendeu milhões aos interessados, Primavera Árabe e os recentes protestos dos Antifa, que culminaram na propaganda progressista intitulada “Black Lives Matters”, responsável já por vários assassinatos e destruição de patrimônio da humanidade.

Clique aqui para assinar

Quem é George Soros, o bilionário amado pela extrema esquerda, por terroristas e criminosos