EUA: celebridades querem o corte de financiamento à polícia: “pedimos o fim do terror policial”

0
Richard Shotwell/Invision/Matt Winkelmeyer/Getty Images
Anúncio:

Celebridades como Natalie Portman, Jane Fonda e Joaquin Phoenix se uniram ao grupo 4 Black Lives, uma espécie de braço do grupo radical Black Lives Matter, numa petição que pede o corte de financiamento à polícia americana e a substituição dela por outras entidades, como “grupos comunitários”, “investimentos educacionais” etc.

A petição, cujo título é “uma carta para exigir desinvestimento da polícia e investimento em comunidades negras”, demanda, entre outros pontos, que “nos juntemos em solidariedade com os combatentes da liberdade em Minneápolis, Louisville e em todo o Estados Unidos. E pedimos o fim do terror policial.”

Anúncio:

Depois que o afro-americano George Floyd morreu sufocado por uma policial branco em Mineápolis, imensos protestos aconteceram nas metrópoles americanas para se pedir mais “justiça racial”.

O documento também pede que o departamento de imigração americano, responsável pela apreensão de imigrantes ilegais, seja boicotado.

“As comunidades negras vivem com medo persistente de serem mortas por autoridades do estado, como polícia, agentes de imigração ou mesmo vigilantes brancos que são encorajados por atores estatais”, diz a petição. “Apesar da identificação contínua, assédio, terror e matança das comunidades negras, os tomadores de decisão locais e federais continuam investindo na polícia, o que deixa os negros vulneráveis e nossas comunidades não mais seguras.”

Esta petição sucede a uma anterior, subscrita no mês passado por diversas celebridades e que fazia praticamente as mesmas demandas.

No site oficial do 4 Black Lives, na seção quem somos nós, o grupo se define como: “somos anticapitalistas: acreditamos e entendemos que os negros nunca alcançarão a libertação sob o atual sistema capitalista racial global.”