Greta Thunberg quer a criação de crime de “ecocídio” a ser julgado no Tribunal Penal Internacional

Na última quinta-feira, a adolescente e ativista climática Greta Thunberg listou uma porção de demandas para conter o que chama de “catástrofe climática”

3
Greta Thunberg (Spencer Platt/Getty Images)
Anúncio:

Em entrevista à Reuters, Greta afirmou que “precisamos ver o problema como, acima de tudo, uma crise existencial. E enquanto não estiver sendo tratado como uma crise, podemos ter o maior número possível dessas negociações e conversas sobre mudanças climáticas, mas não vai mudar nada.”

A ativista sueca e milhares de outras pessoas, incluindo cientistas climáticos, economistas, atores e ativistas, assinaram uma carta aberta pedindo aos líderes europeus que comecem a tratar as mudanças climáticas como uma "emergência". A carta veio ao público antes do Conselho da União Europeia entrar em reunião para discutir os pacotes de recuperação econômica pós-pandemia no continente, na última sexta-feira.

Anúncio:

"Quanto mais tempo continuarmos fingindo que estamos em um caminho confiável para reduzir as emissões e que as ações necessárias para evitar um desastre climático estarão disponíveis no sistema...

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: