Com mil mortes diárias, Folha de S. Paulo anuncia garotas de programa em suas páginas

Serviços funcionam normalmente durante pandemia, enquanto jornais defendem o distanciamento social

3
Anúncio:

Mesmo durante pandemia, em que mais de mil mortes são registradas por dia e alardeadas pelos jornais, as páginas do jornal Folha de S. Paulo trazem anunciantes como prostíbulos destacando suas garotas de programa, conforme é possível verificar nas suas edições impressas.

O pequeno anúncio de profissionais do sexo diz: “As mais belas mulheres de São Paulo. Venha conhecer!”

Anúncio:

O curioso flagrante foi feito por um leitor, que enviou imagens das páginas para a redação do EN, nesta quinta-feira (16). O leitor informou ter ligado para o telefone informado para verificar se o serviços sexuais estavam em pleno funcionamento, confirmando a atividade normal durante a pandemia.

A versão impressa da Folha conta hoje com pouquíssimos anúncios, muitos da própria empresa e alguns poucos de empresas que estão fechadas durante a pandemia, embora mantenham os anúncios.

Grande parte das páginas ainda é preenchida com os balanços de empresas, cuja obrigatoriedade foi mantida pela Câmara dos Deputados, após o presidente Jair Bolsonaro tentar aprovar projeto que desobrigava as empresas.

Veja as imagens