Ator Ricky Gervais diz que se “você é levemente conservador”, “as pessoas te chamarão de Hitler”

2
Ricky Gervais (Dimitrios Kambouris/Getty Images for SiriusXM)
Anúncio:

O ator Ricky Gervais, criador da série de comédia The Office (versão britânica), voltou a criticar os justiceiros sociais e a cultura do cancelamento na era das redes sociais.

No início deste ano, quando apresentava o prêmio Globo de Ouro, o ator britânico trucidou a elite de atores de Hollywood, composta majoritariamente por progressistas, num monólogo que deixou as celebridades do evento torcendo o rosto de embaraço.

Anúncio:

“Vocês não sabem nada sobre o mundo real. A maioria de vocês passou menos tempo na escola do que greta thunberg”, disse Ricky para o espanto do beautiful people. “… Então, se você ganhar, suba, aceite seu pequeno prêmio hoje à noite, agradeça ao seu agente e ao seu deus e vaza, carar***. Ninguém se importa com seus pontos de vista sobre política ou cultura.”

Mais recentemente, Ricky Gervais comentou de novo sobre o ambiente politicamente correto que vem destruindo a liberdade de expressão:

“Há esse novo tipo estranho de fascismo que as pessoas pensam que sabem o que você pode dizer e o que você não pode e é uma coisa realmente estranha… existe esse novo mito da moda de que as pessoas que querem liberdade de expressão querem dizer coisas horríveis o tempo todo. Simplesmente não é verdade, a liberdade de expressão protege a todos.”

Sobre as redes sociais, Ricky Gervais afirmou que “se você é levemente de esquerda no Twitter, de repente você é Trotsky, certo? Se você é um pouco conservador, você é Hitler e se é centrista e olha para os dois argumentos, é um covarde.”

Ricky também disse ser contrário à criminalização de opiniões que alguém possa achar ofensivas. “Só porque você está ofendido, isso não significa que você está certo”, sintetizou brilhantemente o ator.