O Sistema Financeiro Internacional e a Ordem Global – Parte #2

1
Anúncio:

A segunda parte do episódio sobre o sistema financeiro internacional e a ordem global está no ar. Nesse episódio, o problema fica definitivamente identificado. Seu objetivo é a total escravização financeira do homem médio e sua dependência econômica das grandes corporações financistas. Um ciclo que não se acaba.

Esse movimento coordenado, que busca eliminar a capacidade de ação das famílias, causa um completo abalo das relações sociais tradicionais, de maneira a impactar a coesão familiar e o papel do homem e da mulher em relação à educação e mantença dos próprios filhos.

Anúncio:

Trata-se de forma velada de um sistema complexo de controle de natalidade e conformação de comportamentos. Para o professor Murilo Resende Ferreira: “Quando vamos discutir o sistema bancário moderno, a coisa se tornou monstruosa. O mundo hoje é baseado na usura. O mundo é governado e controlado pela usura. Quem banca as feministas, o movimento gay para vir aqui para desconstruir a família, é a usura internacional. Um pequeno exemplo disso: em 2004, a Fundação Ford criou 400 bolsas de estudos de gênero na Universidade Federal da Bahia. Nós nem sabíamos o que era isso e os caras já estavam plantando esse movimento revolucionário no solo do Brasil. Hoje esses mestres e doutores em gênero que aparecem na Globo são fruto dessa iniciativa da Fundação Ford há 15 anos atrás. De onde vem o dinheiro? Como no caso do Cosimo de Médici e outros usurários, veio de quem quer corromper a sociedade para melhor dominá-la. Então nosso o próximo passo é explicar o Sistema de Reserva Fracionária em comparação com a usura medieval, e mostrar que essa perto do sistema moderno é brincadeira. Estamos no sistema da usura pura, simples, perfeita e absolutamente imoral, sem qualquer discussão.”

Só clicar abaixo e acompanhar a segunda parte do episódio Sistema Financeiro Internacional e Ordem Global, do podcast Direito & Liberdade, por Estudos Nacionais.