Democratas acusam Trump de celebrar a “supremacia branca” ao festejar a independência americana no Monte Rushmore

3
Famoso Monte Rushmore (Getty Images: Apexphotos)
Anúncio:

Em um tweet que já foi apagado, a conta oficial do Partido Democrata levantou críticas à pretensão do presidente Donald Trump, de celebrar o dia da independência americana no icônico Monte Rushmore. A data acontece todo dia 4 de julho.

Anúncio:

O tweet compartilha uma matéria do jornal esquerdista The Guardian, acrescentando o seguinte comentário:

“Trump desrespeitou as comunidades nativas várias vezes. Ele tentou limitar seus direitos de voto e bloqueou o pacote de alívio para a pandemia. Agora, ele realiza um comício glorificando a supremacia branca no Monte Rushmore – uma região que antes era sagrada para as comunidades tribais.”

Matt Wolking, integrante da comissão da campanha presidencial de Trump, disse em tom de deboche: “o momento em que o Partido Democrata atacou o Monte Rushmore, que apresenta George Washington, Thomas Jefferson, Teddy Roosevelt e Abraham Lincoln, como um símbolo da supremacia branca.”