Pioneiro do jornalismo independente, Mídia Sem Máscara volta ao ar

"As sementes que lançamos já frutificaram, o resultado é bom, e o mais importante: tudo isso é irreversível e está só começando", diz em seu editorial de retorno

1
Anúncio:

Criado por Olavo de Carvalho, em agosto de 2002, o site Mídia Sem Máscara funcionou ininterruptamente até 2014, quando saiu do ar. Seu retorno, esta semana, marcou a volta do pioneiro do jornalismo independente que por quase 15 anos a única voz da direita brasileira a denunciar as fake news da extrema imprensa.

“Voltamos à ativa num momento em que a chamada grande mídia, notória serva de instituições criminosas como o Foro de São Paulo, dá mostras claras de que não está interessada em liberdade de imprensa”, diz seu editorial de estreia, nesta segunda-feira (6).

Anúncio:

Segundo Olavo de Carvalho, o site era mantido por ele e sua filha, de maneira amadora e com muitas dificuldades. Revelou nomes de intelectuais e escritores que tiveram grande influência na abertura de espaço na internet para as vozes conservadoras, a partir da criação de um público leitor mais exigente para análises políticas, filosóficas, históricas.

O Mídia Sem Máscara manterá sua proposta inicial:

“por meio do media watch e da publicação das notícias faltantes, sem deixar de abordar temas decisivos no presente estado da nossa cultura, dar prioridade ao que terá importância decisiva no médio e longo prazos”.

Levando ao leitor os fatos e informações criminosamente escondidos, mas absolutamente cruciais para a uma análise conjuntural realista, sem se pautar jamais pelas máfias que dominam a mídia mainstream e que regem sua pauta, o Mídia Sem Máscara garantiu seu lugar na história do jornalismo e do debate público brasileiro nas duas últimas décadas. Fez escola, impôs sua marca, e agora retorna, diz o editorial.

E finaliza dizendo:

As sementes que lançamos já frutificaram, o resultado é bom, e o mais importante: tudo isso é irreversível e está só começando.

Acesse e acompanhe o primeiro observatório conservadora de mídia do Brasil, fundado por Olavo de Carvalho.