EUA: marca de sorvete “Eskimo Pie” mudará nome por considerá-lo depreciativo à “justiça racial”

1
file/Getty Images
Anúncio:

A empresa americana de sorvetes Grand Ice Cream Holdings disse que irá mudar o nome da marca “Eskimo Pie” (em português, “torta de esquimó”), por considerá-lo derrogatório à igualdade racial. A decisão é uma dentre tantas que empresas de diversos segmentos estão adotando em nome da justiça racial.

“Estamos comprometidos em fazer parte da solução sobre igualdade racial e reconhecemos que o termo é depreciativo”, justificou a chefe de marketing da Grand Holdings. “Essa mudança faz parte de uma revisão maior para garantir que nossa empresa e marcas reflitam os valores de nossas pessoas.”

Anúncio:

Com a morte do afro-americano George Floyd, causada por um policial branco no mês passado, no estado americano de Minnesota, houve uma comoção nacional para que ações fossem voltadas a mais justiça racial. Além da derrubada de estátuas que, segundo os ativistas, evocam memórias de uma época racista, empresas também sinalizaram que tomariam parte em mudanças.

A exemplo da Eskimo Pie, na semana passada a Quaker anunciou que a famosa marca de cobertura de panquecas Tia Jemima iria passar por mudanças, com a retirada da mulher negra da embalagem, sob a justificativa de “estereótipo racista”.