Maior clínica de abortos nos EUA apoia o candidato Joe Biden para presidente

A rede “Planned Parenthood”, responsável por matar centenas de milhares de bebês em procedimentos abortivos, diz que apoiará Biden e gastará milhões de dólares na sua campanha contra o presidente pró-vida Donald Trump, informou o site LifeNews.

1
Foto: Susan Walsh
Anúncio:

“Esta é literalmente uma eleição de vida ou morte”, disse a presidente da Planned Parenthood, Alexis McGill Johnson.

A famosa franquia de abortos tem endossado todos os candidatos democratas à presidência desde 2004.

Anúncio:

“Sentimos que não podemos suportar mais quatro anos de Trump; temos que fazer tudo o que pudermos para tirá-lo do cargo”, continuou Alexis. “Acho que é onde a maioria dos americanos está. Precisamos ser capazes de superar essa era muito desafiadora, divisiva e polarizada e nos mudar para um lugar onde possamos realmente reconstruir nossas vidas após esse desastre.”

O atual presidente Donald Trump, do Partido Republicano, deixou clara desde a campanha presidencial de 2016 sua posição antiaborto. Depois de eleito, Trump tem participado ativamente nas tradicionais marchas pela vida, em Washington (DC).

Joe Biden, o adversário democrata das eleições de 2020, tem, ao contrário, posições explícitas em favor do aborto. Em 2012, atacando o candidato a presidente Mitt Romeny, Biden comparou o procedimento abortivo a uma “operação solidária” dizendo que “talvez onde Romney seja mais superficial seja sobre os direitos das mulheres. Eu tenho uma filha e perdi uma filha. Tenho quatro netas e Barack tem duas filhas. E isso é essencial. Nossas filhas e netas têm direito a todas as operações solitárias, a todas as oportunidades solitárias!”

Segundo levantamento feito pelo LifeNews, a clínica Planned Parenthood realizou 345.672,00 mil abortos só no ano de 2019 nos EUA.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.