Prefeito de Londres promete substituir monumentos “racistas” por figuras LGBT e da comunidade negra

0
Sadiq Khan (Christopher Furlong/Getty Images)
Anúncio:

No último fim de semana, após violentos protestos de grupos como Black Lives Matter e Antifa na capital da Inglaterra, seguindo a indignação pela morte de George Floyd, um afro-americano morto por um policial branco, o prefeito de Londres, Sadiq Khan, determinou à Comissão de Diversidade que reveja o status de todos os pontos de referência, incluindo estátuas, memoriais, arte de rua, nomes de ruas e murais públicos.

A decisão é direcionada para apagar qualquer personagem, nome ou referência que manteve algum laço ou modo de vida racista no passado.

Anúncio:

“A diversidade de nossa capital é a nossa maior força, mas nossas estátuas, nomes de estradas e espaços públicos refletem uma época passada. É uma verdade desconfortável que nossa nação e cidade devam grande parte de sua riqueza ao seu papel no tráfico de escravos e, embora isso se reflita em nosso domínio público, a contribuição de muitas de nossas comunidades para a vida em nossa capital foi voluntariamente ignorado”, esclareceu o prefeito.

“O anúncio do prefeito foi feito depois que os radicais do Black Lives Matter derrubaram uma estátua do parlamentar e filantropo Edward Colston em Bristol, em razão da riqueza que ele ganhou com o tráfico de escravos. No fim de semana, os ativistas também desfiguraram as estátuas de Abraham Lincoln e Winston Churchill em Londres. Os manifestantes também foram vistos tentando queimar a bandeira britânica no Cenotaph, o memorial de guerra do país”, informou o Breitbart London.

Para contornar a “falta de diversidade” nos monumentos e nomes públicos, Sadiq Khan afirmou que “o que a comissão fará é olhar para a diversidade na esfera pública em relação a falta de negros nas estátuas ou nos nomes das ruas, a fim de que eles e nossa comunidade LGBTQ+, mulheres, pessoas com deficiência sejam representados e tentar ter uma cidade que reflita melhor Londres e os valores que temos.”

Domingo passado (7), na Praça do Parlamento, a estátua do líder inglês Winston Churchill foi vandalizada com a mensagem “Churchill era racista”.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.