EUA: celebridades assinam carta que pede o corte de financiamento à polícia

3
VALERIE MACON/Getty Images/Amy Sussman/Getty Images
Anúncio:

A carta, assinada por celebridades como John Legend, Natalie Portman, Jane Fonda, America Ferrera e Brie Larson, alega que, em 2017, “$ 194 bilhões de dólares foram gastos na polícia pelos vários estados dos EUA, mesmo com a polícia continuando a perseguir, assediar, colocar terror e matança nas comunidades negras”, informa o Breitbart.

A iniciativa vem depois da morte de George Floyd, o afro-americano que foi morto por um policial branco no estado de Minnesota. O caso incitou uma brutal onda de protestos em várias cidades americanas.

Anúncio:

“As comunidades negras vivem com um medo persistente de serem mortas por autoridades estaduais como a polícia, agentes de imigração ou mesmo vigilantes brancos, encorajados por agentes estatais. De acordo com o Urban Institute, em 1977, os governos estaduais e locais gastaram US $ 60 bilhões em polícia e correções. Em 2017, eles gastaram US $ 194 bilhões. Um aumento de 220%. Apesar do caça contínua, assédio, terror e matança das comunidades negras, os tomadores de decisão locais e federais continuam investindo na polícia, o que deixa os negros vulneráveis e nossas comunidades não mais seguras”, diz a carta.

Para os signatários, o dinheiro seria bem gasto se fosse investido para “construir comunidades saudáveis” ou para “a saúde de nossos idosos e crianças, a infraestrutura do bairro, a educação, a assistência à infância”, ou, enfim, para apoiar “um vibrante futuro negro.”

Ontem (4), o presidente Donald Trump afirmou em seu Twitter que, ao contrário de seu adversário Joe Biden – o candidato democrata que irá disputar a eleição presidencial deste ano –, ele quer mais dinheiro para a polícia e a aplicação da lei.