Jornalistas e políticos recebem mandado de busca e apreensão por inquérito sigiloso de Alexandre de Moraes

1
Foto: Nelson Jr./SCO/STF (10/09/2019).
Anúncio:

A Polícia Federal (PF) cumpre hoje uma ordem judicial emitida pelo Inquérito sigiloso Nº 4.781 conduzido pelo Supremo Tribunal Federal (STF), após o ministro Alexandre de Moraes determinar Busca e Apreensão na casa de 29 cidadãos brasileiros, entre eles, jornalistas, humoristas, políticos, empresários e ativistas políticos.

A lista oficial das pessoas alvo dos mandados não foi divulgada pela PF, mas pela internet, muitos dos que foram alvo já se manifestaram. Circulam listas, ainda com nomes sem confirmação de que de fato foram alvo da busca e apreensão.

Anúncio:

Entre os nomes apontados como alvo dos mandados estão Sara Winter, Roberto Jefferson, Luciano Hang e o deputado Douglas Garcia. Ao todo, nas primeiras listas divulgadas nesta manhã, constam 16 nomes conhecidos por emitir opiniões conservadoras e fazerem críticas aos ministros do STF.

Segundo o analista político Leandro Rushel, “É a primeira vez, desde o fim do regime militar, que um jornalista foi alvo de busca e apreensão pelo crime de opinião.”

Lista atualizada 27/05 às 10h58m:

  1. Luciano Hang, empresário (SC)
  2. Roberto Jefferson, ex-deputado federal (RJ)
  3. Allan dos Santos, blogueiro (DF)
  4. Sara Winter, blogueira (DF)
  5. Winston Lima, blogueiro (DF)
  6. Edgard Corona, empresário (SP)
  7. Edson Pires Salomão (SP)
  8. Enzo Leonardo Suzi (SP)
  9. Marcos Bellizia (SP)
  10. Otavio Fakhoury (SP)
  11. Rafael Moreno (SP)
  12. Rodrigo Barbosa Ribeiro (SP)
  13. Paulo Gonçalves Bezerra (RJ)
  14. Reynaldo Bianchi Júnior (RJ)
  15. Bernardo Kuster (PR)
  16. Eduardo Fabris Portella (PR)
  17. Marcelo Stachin (MT)