Prefeita de Chicago ameaça fiéis que ignoram lockdown e vão à igreja

0
Armando L. Sanchez/Chicago Tribune
Anúncio:

A prefeita de Chicago, Lori Lightfoot (Partido Democrata), disse na semana passada que a cidade estava se preparando para impor mais restrições destinadas a coibir a disseminação do coronavírus, mantendo, para tanto, as igrejas fechadas.

Entretanto, conforme noticiou o jornal o Chicago Tribune, muitos fiéis decidiram ir à igreja no domingo, desafiando a ordem estatal.

Anúncio:

“Os distritos locais estão revisando os relatórios de grandes reuniões que ocorreram hoje em vários estabelecimentos que não cumprem a ordem de permanecer em casa”, disse a prefeita em uma nota oficial. “Após essa revisão, o departamento emitirá e enviará citações quando necessário.”

Nos Estados Unidos, cerca de duzentos líderes de igrejas ao redor do país assinaram uma petição que pede liberdade de culto, argumentando que é um “tapa na cara deliberado em face da liberdade religiosa” que as pessoas podem ir a supermercados ou outros varejistas, mas não frequentar a igreja.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.