Em carta, China recomenda silêncio de deputados brasileiros sobre Taiwan

Embaixada pede "conscientização de deputados" para a questão de Taiwan, país não reconhecido pelo regime comunista

5
Anúncio:

Na última sexta-feira (15), a Embaixada Chinesa do Brasil enviou à Secretaria de Relações Internacionais da Câmara dos Deputados, um documento solicitando aos parlamentares que evitem “gestos ou atitudes” prejudiciais ao Princípio de Uma Só China. A Embaixada se refere à questão de Taiwan, não reconhecida pelo país desde 1949.

A posse da presidente reeleita em Taiwan, Tsai Ing-Wen, que acontece nesta quarta-feira (20), é o motivo da carta enviada pelo embaixador chinês. Em 1949, após a revolução comunista da China, as tropas nacionalistas se refugiaram na ilha enquanto Mao Tsé-Tung tomava Pequim. Taiwan se declara oficialmente a verdadeira República da China. Conheça a história.

Anúncio:

O “Princípio de Uma Só China” trata-se de uma campanha criada com a intenção de pressionar outras nações a não reconhecerem Taiwan como Estado independente. A ONU não reconhece e, até Donald Trump assumir a presidência, nenhum chefe de Estado americano havia contatado o governo de Taiwan.

No documento, o embaixador escreveu o seguinte:

“Seria muito agradecido se a Câmara dos Deputados, no contexto do seu compromisso com o Princípio de Uma Só China, pudesse tomar as medidas necessárias e preventivas com vistas a conscientizar os deputados da sensibilidade da questão de Taiwan, evitar gestos ou atitudes que possam ser prejudiciais ao Princípio de Uma Só China, como participar da posse referida, mandar mensagens às autoridade de Taiwan, ou manter contatos oficiais com estas“.

A carta diz ainda que “a questão de Taiwan é assunto interno da China e relacionada diretamente aos interesses fundamentais do país”. Afirma também que é a “base política das relações entre China e os demais países do mundo”.

Uma das primeiras crises entre EUA e China se deu pelo telefonema de Donald Trump a Tsai Ing-Wen, presidente reeleita de Taiwan, que terá sua posse realizada no dia de amanhã.

O embaixador da China no Brasil é conhecido por criar intrigas com parlamentares, com o Ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, chegando ao ponto de publicar texto ofensivo ao chefe de Estado do país, Jair Messias Bolsonaro.

Conheça a história de Taiwan, a verdadeira China [EN Premium]

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.