Sara Winter e os 300 do Brasil: fazer valer o primeiro artigo da Constituição

3
Anúncio:

Aos 19 anos, Sara foi enviada à Ucrânia pelo Femen, Ong feminista financiada por George Soros, para receber treinamento sobre ação e subversão, técnicas de revolução não violenta e desobediência civil. Tal experiência, combinada com todo o relacionamento que teve com movimentos radicais de esquerda no Brasil, tem feito de Sara um nome de referência quando o assunto é a estratégia revolucionária. E foi por este motivo que ela foi chamada para o "Grupo dos 300".

"Com essas técnicas, honestas e desonestas, eu consegui me tornar a feminista mais famosa do Brasil. Hoje eu uso essas mesmas técnic...

Anúncio:

Conteúdo exclusivo para Assinantes.

Clique aqui e se torne um assinante por apenas R$ 14,90 mensais ou R$ 125,16 por ano (30% off).

A mídia independente precisa do seu apoio, só temos vocês do nosso lado!

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.