Facebook e Twitter copiaram sistema de censura chinês, conclui estudo

0
Anúncio:

Plataformas de redes sociais têm se adaptado para coibir o uso de Discurso de Ódio e Fake News, censurando automaticamente páginas defensoras do isolamento vertical e contrárias à quarentena. Sistema parecido foi desenvolvido pelo Partido Comunista Chinês, e operou a todo vapor para evitar que informações sobre o Covid-19 circulassem ou saíssem da China.

Um estudo realizado pelo The Citzen Lab, grupo de pesquisas da Universidade de Toronto, intitulado Censored Contagion, demonstrou como o Partido Comunista da China monitora e censura mensagens do aplicativo WeChat, equivalente ao WhatsApp chinês.

Anúncio:

O estudo constatou que, no dia 31 de dezembro de 2019, todo o conteúdo relacionado ao covid-19 na plataforma foi censurado automaticamente antes que chegasse ao receptor.

Uma das conclusões dos pesquisadores é a seguinte:
"WeChat censurou conteúdo relacionado ao corona vírus (incluindo...

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: