A ‘Veja’ e a narrativa do “gabinete do ódio” para cercear liberdade de expressão

2
Anúncio:

A narrativa da grande mídia, bem ilustrada hoje na matéria da Veja "Deputado bolsonarista usou esposa de assessor para criar site contra Doria", visa criminalizar seletivamente o exercício da cidadania e restringir a liberdade de expressão para calar opositores.

O que ocorre é que qualquer deputado contratará assessores com a mesma visão política que ele, assim, tanto seus assessores quanto parentes dos assessores podem ter e manifestar opiniões políticas e não há nada de errado nisso. Mas a Veja acusa haver um "esquema" ilegal, pelo fato de a esposa de um assessor do deputado Gil Diniz (PSL) ter em seu nome o registro de um site de oposição ao governador João Dória (PSDB).

Anúncio:

Nessa narrativa, mostram-se presente premissas absurdas e anti-democráticas. A Veja, por acaso, espera ou deseja que a esposas de um assessores parlamentares não possam ter qualquer iniciativa ou manifestação po...

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: