Na Noruega, YouTuber expressa decepção por ser “tão branca”

0
Cornelia Grimso (YouTube/Screenshot)
Anúncio:

Cornelia Grimsmo, uma YouTuber popular na Noruega, produziu um vídeo em que se dizia desapontada em receber o resultado de um teste de DNA de sua ancestralidade.

O teste informou que ela é 67% norueguesa; 24% irlandesa, galesa ou escocesa; e 9% finlandesa.

Anúncio:

No vídeo, Cornelia revela a frustração quando comenta o resultado. “Esperava algo asiático ou africano ou pelo menos algo do sul da Europa. Eu sou tão branca! Eu não poderia ter sido mais tediosa do que isso.”

As reações ao vídeo de Cornelia Grimso foram, na maioria, negativas. Até agora há dez mil sinalizações negativas, contra mais de mil positivas.

Para contornar o impacto inesperado do primeiro, a YouTuber tratou de fazer um segundo vídeo em que afirmou que “fui ameaçada por algumas pessoas como resultado do vídeo e que ando com medo. Não fiquei desapontada ao descobrir que sou branca, a reação foi uma tentativa de ser engraçada.”

Cornelia ainda disse que é desapontador que questões raciais ainda estão “sem ser resolvidas no mundo”.