Entenda: Ministros do STF não foram contra o aborto, apenas foram contra um pedido malfeito

0
Foto: Agência Brasil
Anúncio:

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), até o momento, apresentaram 7 votos contrários a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 5581, que pedia a liberação do aborto para gestantes infectadas por zika vírus e auxílio financeiro para famílias com crianças com microcefalia, afetadas a partir da epidemia de 2015. Apesar do resultado ser a não liberação do aborto para gestantes infectadas por zika, não é possível, sob qualquer hipótese, afirmar que os ministros tomaram uma postura contra o aborto (pró-vida), por vários motivos:

Nenhum dos sete ministros que já votaram pela rejeição da ADI entraram no mérito da ação e a recusa ao pedido se deu por suas graves fragilidades jurídicas. A própria Advocacia Geral da União (AGU), em parecer enviado ao STF em 2016, deixou claro que a ADI era juridicamente impossível, por vários motivos (clique aqui para ler artigo sobre o parecer...

Anúncio:

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: