CFM acaba de aprovar uso da cloroquina para enfrentamento da pandemia do coronavírus

21
Anúncio:

O Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou no dia 16/04 uma diretiz que permite médicos em todo o Brasil utilizarem o medicamento cloroquina ou hidroxicloroquina em pacientes com infecção pelo novo coronavírus. Com o parecer do órgão, ainda a ser divulgado oficialmente, não caberá qualquer responsabilização de ordem ética ao médico no uso da medicação, que está permitida em caráter excepcional devido à pandemia e deve se dar mediante autorização do paciente ou de seus familiares, cientes dos riscos conhecidos da medicação.

Política versus medicina

Anúncio:

Nas últimas semanas parte da oposição ao governo federal passou a instrumentalizam a pandemia e politizou-se a discussão em torno do uso da droga por ela ter sido defendida pelo presidente Jair Bolsonaro. É evidente que, por ser uma alternativa de tratamento para enfrentar um novo vírus, não há como se ter diversos estudos e metanálises para avaliar a droga. O uso de uma droga para um novo vírus pode se dar com base nos melhores critérios médicos e científicos disponíveis, com vistas na urgente necessidade de salvar vidas. Isso é completamente diferente de trabalhar com superdosagens, como um estranho estudo tentou fazer.