Senadores republicanos investigarão a OMS no encobrimento do COVID-19 na China

0
Tedros Adhanom Ghebreyesus. (Salvatore Di Nolfi/Keystone)
Anúncio:

Os senadores americanos Rick Scott, Joni Ernst, Todd Young, Steve Daines, Kevin Cramer, Martha McSally e Ron Johnson, todos do Partido Republicano, enviaram uma carta ao diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, “solicitando informações antes de uma audiência no congresso sobre o papel da OMS na ajuda ao governo chinês em encobrir informações sobre o surto de coronavírus”, destacou o Breitbart.

Os senadores acusam a OMS de ignorar alertas para investigar a disseminação do coronavírus, logo durante o início dos contágios.

Anúncio:

“Antes de uma audiência no congresso, escrevemos hoje para solicitar informações sobre a resposta falha e atrasada da OMS ao Coronavírus. Os contribuintes americanos financiam a OMS, e cabe a nós garantir que esses dólares sejam gastos com sabedoria”, diz a carta.

Algumas perguntas que os republicanos fazem no documento são: “Quem na OMS estava encarregado de coordenar a resposta do coronavírus com o Partido Comunista Chinês?; Algum membro da liderança da OMS recebe compensação financeira fora dos salários da OMS? Se sim, descreva.”

Ontem (14), o presidente Donald Trump decidiu congelar o envio de dinheito à OMS, sob o argumento de que a organização tem atuado de forma suspeita e em conluio com a China para encobrir os casos iniciais de COVID-19. Trump também mencionou que os Estados Unidos da América, com desproporção, contribuem muito mais financeiramente para a OMS do que a China.

O senador Rick Scott, que teve a iniciativa de convocar a audiência pública no congresso para investigar a OMS, afirmou que “a missão da OMS é levar informações de saúde pública ao mundo para que todos os países possam tomar as melhores decisões para manter seus cidadãos seguros. Quando se trata de coronavírus, a OMS falhou. Eles precisam ser responsabilizados por seu papel na promoção da desinformação e na ajuda da China comunista a encobrir uma pandemia global. Sabemos que a China comunista está mentindo sobre quantos casos e mortes eles têm, o que sabiam e quando sabiam disso – e a OMS nunca se preocupou em investigar mais. A inação deles custa vidas.”