Austrália confronta OMS por apoiar reabertura do mercado selvagem em Wuhan

0
NOEL CELIS/AFP via Getty
Anúncio:

A Austrália confrontou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (14) sob alegações de que a Organização apoia os chamados mercados úmidos que reabriram na cidade chinesa de Wuhan, onde surgiu o surto global de coronavírus.

O primeiro-ministro Scott Morrison exigiu respostas sobre os mercados, afirmando que é “inexplicável” que a OMS apoie mercados de animais vivos (matadouros ao ar livre) em um momento em que a pandemia de coronavírus chinês está varrendo o mundo.

Anúncio:

“Estou totalmente intrigado com esta decisão”, disse Morrison, de acordo com o Canberra Times. “Precisamos proteger o mundo contra possíveis fontes de surtos desses tipos de vírus. Isso já aconteceu muitas vezes.”

O líder da coalizão conservadora também exigiu transparência na compreensão da origem da doença e proteção contra a ameaça global dos notórios mercados abertos da China.

Morrison descreveu a decisão da OMS como “inexplicável”, alegando que os mercados úmidos eram uma “ameaça global à saúde”.

“A Austrália e o mundo estarão olhando para organizações como a OMS para garantir que lições serão aprendidas a partir do devastador surto de coronavírus,” Morrison disse ao jornal australiano.

“Deve haver transparência na compreensão de como tudo começou em Wuhan e como foi transmitido. Também precisamos entender e proteger plenamente (o mundo) contra a ameaça global à saúde representada por lugares como mercados úmidos.”

Os líderes globais pediram anteriormente à China que proibisse os mercados de alimentos “mortais e doentios”, mas a Organização Mundial de Saúde discorda, dizendo que pode aconselhar, mas não forçar, os fechamentos que muitos pedem.

“Com instalações adequadas, regulamentação adequada e boas práticas de higiene, é possível vender alimentos seguros em mercados úmidos”, disse a organização ao australiano .

Na semana passada, o governo chinês suspendeu o bloqueio da cidade de Wuhan, seus mercados (que vendem animais recém-abatidos, peixes e uma variedade de fauna exótica) também foram autorizados a retomar o comércio.

 

Informações de Breitbart 

– Estudos Nacionais Facebook  e Twitter  e Youtube
– Perfil Josair Bastos Facebook e Twitter
 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.