Parlamento da Hungria aprova medida para que Orban governe por decreto

0
Anúncio:

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orban, governará o país por meio de decretos, após o Parlamento aprovar, nesta segunda-feria (30), um projeto que amplia os poderes do governo húngaro, para combater a crise causada pela pandemia covid-19.

A medida não tem limite de tempo. Segundo governistas, a medida visa facilitar as ações do governo, em meio à guerra de informações sobre o vírus, em que muitos estão “torcendo pelo vírus”, e espalhando fake news, levando o pânico a população do país.

Anúncio:

A lei recebeu o voto favorável de 137 deputados e 53 contrários.

A medida prevê até cinco anos de prisão pela divulgação de “fake news” sobre a Covid-19 ou sobre as decisões tomadas pelo governo de Orban para conter a crise.

O primeiro-ministro Orban terá poderes para alterar ou suspender leis já existentes sem precisar de aprovação do Parlamento.

Acompanhe nossas redes sociais
– Estudos Nacionais Facebook, Twitter e Youtube
– Perfil Josair Bastos Facebook e Twitter