Anúncio:

O podcast Direito & Liberdade conversou com a professora Fernanda Takitani sobre a Tecnocracia e as origens da Nova Ordem Mundial. O termo foi usado originalmente para designar a aplicação do método científico na resolução de problemas sociais, em contraste com a tradicional abordagem política. As planilhas, estatísticas e estudos técnicos passam a ser a solução para todos os problemas sociais.

O movimento que ganhou força na década de 30 do século passado teve como protagonista as ideias do professor universitário Howard Scott, que acreditava que uma economia gerida por engenheiros seria idealmente desejável. A tecnocracia sugere que o “sistema de preços” e as moedas fiduciárias fossem substituídas por um sistema baseado na quantidade de energia consumida por cada indivíduo, abrindo espaço para as novas ideias de controle global do clima.

Anúncio:

Virtualmente desconhecido hoje, o movimento tecnocrático contava com mais de meio milhão de membros somente na Califórnia, no auge nas décadas de 1930 e 1940. Após o desastre dos experimentos tecnocráticos do nazismo e a solução final, o movimento retomou fôlego somente na década de 70, desta vez patrocinado pelas organizações globais e os grandes financistas internacionais e suas corporações metacapitalistas.

Todo esse percurso histórico está explicado pela professora Fernanda Takitani, em mais um episódio do podcast Direito & Liberdade. Dá o play!