China diz que ONU e Organização Mundial de Saúde rejeitam a culpa chinesa pelo coronavírus

1
Kevin Frayer/Getty
Anúncio:

“O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, disse em uma coletiva de imprensa diária que a China não tem apenas o apoio total das organizações globalistas ao negar o início do surto viral, como também os EUA devem cessar e desistir imediatamente de contestar suas afirmações”, escreveu o Breitbart.

Abaixo, trechos do discurso de Shuang:

Anúncio:

“O lado chinês repetiu muitas vezes que algumas pessoas nos EUA têm procurado por todos os meios vincular o vírus à China e estigmatizar a China. Isso foi recebido com forte indignação e firme objeção por parte do povo chinês. A OMS e a comunidade internacional se opõem explicitamente a vincular o vírus a qualquer país ou região específica e rejeitam a estigmatização.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse que ‘é vergonhoso ver atos crescentes de discriminação e preconceito racial enquanto combatemos a pandemia do COVID19’ e ‘devemos sempre combater o racismo e o preconceito’. O Alto Representante para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança da União Europeia, Josep Borrell, disse que o vírus não conhece fronteiras e que precisamos de cooperação e multilateralismo, em vez de competição e recriminação, diante do desafio comum à humanidade. Não é hora de os países se culparem com termos como ‘vírus chinês’.

A OMS acredita que devemos evitar chamá-lo de ‘vírus chinês’. Agora é o momento da solidariedade, do respeito aos fatos e da luta juntos.”

Racismo e xenofobia são as principais queixas da China, que, aparentemente, conta agora com os aliados ONU e Organização Mundial de Saúde, e que acusa os Estados Unidos de associar o coronavírus ao adjetivo “chinês”.

“Quero ressaltar que foi o lado dos EUA que iniciou esse argumento”, prosseguiu Geng Shuang. “Também foram os EUA que alegaram que o vírus se originou na China e usaram termos como ‘vírus chinês’ e ‘vírus Wuhan’. Segundo relatos da mídia, em 6 de março, Pompeo [secretário de estado dos EUA] começou a usar o ‘vírus Wuhan’ em comentários públicos.

Desde então, alguns políticos e altos funcionários dos EUA vêm usando esse termo para estigmatizar a China, causando grande raiva e forte oposição do povo chinês. O que acabei de citar são registros públicos. Não há como os EUA negarem isso.”

O Breitbart ainda informou que diversas teorias conspiratórias têm sido patrocinadas pelo regime comunista chinês. E acrescentou:

“Na semana passada, um importante jornal do Partido Comunista Chinês, o Global Times, declarou novamente – sem evidências – que o vírus poderia ter sido desenvolvido no laboratório do Exército dos EUA em Fort Detrick, Maryland, antes de ser secretamente liberado para prejudicar uma população chinesa inocente e totalmente indefesa.”

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

1
Deixe um comentário

avatar
8000
1 Tópicos de comentários
0 Respostas em tópicos
1 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário mais polêmico
1 Autores dos comentários
Alexandre Autores de comentários recentes
  Notifique-me  
newest oldest most voted
Notificar de
Alexandre
Visitante
Alexandre

Eu também rejeito! A culpa não é da China e do povo chinês. A culpa é de Xi Jiiping e do Partido Comunista Chinês.