Americano ingere limpador de aquário, morre, e mídia culpa Donald Trump

Indignação da imprensa se dá porque o presidente americano levantou a possível eficácia da cloroquina contra o coronavírus.

0
Jim Watson / Getty
Anúncio:

Um casal do estado de Arizona ingeriu um composto com cloroquina, que é usado especificamente para limpar aquários, como forma de combate ao coronavírus; imprensa americana apressou-se em acusar Trump, que informou ao povo, na semana passada, que a cloroquina pode ser eficaz no tratamento da pandemia.

“O casal, na casa dos 60 anos, sofreu angústia imediata depois de engolir a droga [fosfato de cloroquina], um aditivo usado em aquários para limpar tanques de peixes, de acordo com o Banner Health Hospital, em Phoenix.

Anúncio:

O fosfato de cloroquina compartilha o mesmo ingrediente ativo que os medicamentos contra a malária que o Presidente Trump divulgou como possivelmente eficazes contra o COVID-19, a doença potencialmente fatal causada pelo coronavírus”, informou o Breitbart.

Algumas mídias associaram o trágico caso à mensagem de Donald Trump. O BuzzFeed escreveu um artigo com o título: “Um homem morreu após se automedicar com uma droga promovida por Trump como um tratamento potencial para o coronavírus”.

“O texto descreveu ‘um medicamento destinado a aquários’ sem distinguir entre um produto vendido para aquários e um produto para humanos preparado por um farmacêutico e fornecido com receita médica”, notou o Breitbart.

O portal Axios, após publicar notícia com o título “Homem morre após automedicação com cloroquina”, teve de se retratar ao escrever que “esta história foi atualizada para refletir o fato de que a forma de cloroquina que o casal ingeriu foi usada em aquários – não era um medicamento.”

Quando Donald Trump comentou sobre a potencial eficácia da cloroquina, o repórter da NBC News o rebateu dizendo que o presidente estava dando falsas esperanças ao povo americano.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.

 

Deixe um comentário

avatar
8000
  Notifique-me  
Notificar de