Campanha para “abraço” em mãe de vítima de “Suzy” arrecadou mais de 200 mil reais

Após matéria do Fantástico, Brasil se une para abraçar Dona Cida, mãe do menino Fábio

0
Anúncio:

A morte do menino Fábio, de 9 anos, que foi violentado sexualmente antes de ser assassinado pelo transexual “Suzy”, não obteve qualquer atenção da Globo, que fez uma reportagem na qual o médico Drauzio Varella prestava solidariedade ao assassino dando-lhe um abraço fraternal. Mas a repulsa dos brasileiros com o que se tornou o jornalismo fez com que uma campanha no site Vakinha chamada “Um abraço na mãe do menino que foi estuprado e morto pelo “Suzy”” arrecadasse nada menos do que 200 mil reais.

Nas primeiras 12 horas, a campanha atingiu a meta de 20 mil reais.

Anúncio:

A iniciativa foi do site Caneta Desesquerdizadora, de São Paulo, e recebeu grande apoio.

“Pra mim foi um baque muito grande. Inclusive quando eu vi a matéria eu fiquei até com dor de cabeça. Eu estou tremendo até agora”, disse a doméstica Aparecida dos Santos – mãe do menino Fábio, de 9 anos, que foi estuprado e morto em 2010 pelo criminoso “Suzy” – ao assistir a matéria do Fantástico da Rede Globo lamentando a “solidão” do assassino na cadeia.

O que mais te indignou nessa reportagem?
“Foi ele receber um abraço, receber cartinha, ainda recebeu um bombonzinho! Na prisão! E eu recebi o quê? NADA!”

O sucesso da campanha traz esperanças na solidariedade do brasileiro, mesmo diante de uma imprensa sem limites e sedenta por violentar a família brasileira.

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.