Desafiando instituições, Maia fala de parlamentarismo em evento e provoca indignação

Limitação dos poderes do presidente Jair Bolsonaro preocupa eleitores, que marcam ato para dia 15 de março.

7
Rodrigo Maia (Foto Marcelo Camargo - Agência Brasil)
Anúncio:

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deu palestra na Embaixada da Espanha para falar sobre os temas: “democracia, parlamentarismo e futuro do Brasil”, segundo informou a Embaixada em suas redes sociais, no dia 22 de fevereiro. O anúncio do evento provocou ampla indignação de internautas em meio à suspeita de que Maia articula um golpe parlamentar por meio do chamado “parlamentarismo branco”.

Diante das suspeitas que pesam sobre o presidente da Câmara, que teria articulado a limitação dos poderes da Presidência em questão orçamentária, a divulgação do tema do evento acaba incendiando ainda mais o debate sobre o potencial parlamentarismo branco, iniciativa para limitar os poderes do presidente Jair Bolsonaro, visto desde as eleições como ameaça ao estamento burocrático do centrão e sua “cultura da articulação”.

Anúncio:

Os ataques e provocações ao presidente Jair Bolsonaro vêm provocando profunda crise institucional, tanto por parte da imprensa que a todo momento sugere Impeachment, quanto da parte do presidente da Câmara, visivelmente preocupado com acusações que lhe pesam da Operação Lava Jato. Dizendo falar em nome das instituições, porém, Maia se coloca contra elas e provoca a sanha golpista de deputados do centrão à extrema-esquerda, com lucro político evidente para esta última.

A indignação de internautas, ativistas e setores empresariais, ficou clara no posicionamento do site Crítica Nacional, do jornalista Paulo Eneas, que considerou uma atitude inaceitável e uma clara ameaça à ordem democrática.

Ao agir desta maneira, Rodrigo Maia outra vez mostra não possuir a estatura política necessária para chefiar um dos poderes da república, uma vez que falta a ele o pré-requisito básico para esse exercício, que é o compromisso de respeitar a harmonia e a independência dos três poderes.

 

 

Inscreva-se em nossa Newsletter e receba novidades por e-mail.