Regina Duarte - Foto Reprodução
Anúncio:

A nova secretária especial da Cultura, Regina Duarte, pretende nomear para a Funarte o produtor Humberto Braga, que já trabalhou na pasta durante governo FHC e Temer. Recentemente, ele participou de uma reunião junto com o deputado Marcelo Freixo e Jandira Feghali, em repúdio às políticas culturais do governo Bolsonaro.

Segundo jornais, “Braga tem boas relações com a esquerda e com petistas”, sendo, por isso, visto como “pacificador”, mesmo sendo o produtor ligado à oposição radical ao governo.

Anúncio:

Humberto Braga foi um dos participantes de um evento promovido pela Associação de Produtores de Teatro, ocorrido no dia 18 de janeiro, com claro tom anti-Bolsonaro, com a presença dos deputados Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e Jandira Feghali (PCdoB-RJ).

Nas redes sociais, o texto que convida ao evento, assinado por Eduardo Braga, apresenta a reunião com o seguinte objetivo: barrar as tentativas de controle da arte, de autoritarismo, fascismo e agora, até, nazismo”, em referência ao episódio que derrubou o então secretário Roberto Alvim.

Funcionários do Governo que trabalham desde que Humberto era presidente da Funarte se referem a ele como bastante alinhado à esquerda e à classe artística mais politizada.

Um vídeo crítico a ele circula nas redes sociais. Intitulado “O infiltrado”, o vídeo associa o produtor teatral ao período mais sombrio da cultura brasileira, lembrando dos financiamentos públicos a exposições “lúdicas” de caráter bizarro.

Braga foi presidente da Funarte em 2016, durante presidência de Michel Temer. Mas também trabalhou no órgão entre 1994 a 2000, durante os governos de Fernando Henrique Cardoso. Antes disso, chegou a trabalhar no antigo Ministério da Educação e Cultura no período militar.

Em junho de 2019, Humberto Braga foi chamado a falar na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, onde falou sobre a necessidade de “ter muito claro as especificidades das diversas linguagens artísticas”. Durante sua gestão na Funarte, fez declarações de que priorizaria a produção profissional da arte, sem deixar de lado as reivindicações dos movimentos sociais.

Cultura de volta às mãos da esquerda

O atual presidente da Funarte, Dante Mantovani, foi duramente atacado pela imprensa logo após sua nomeação. Mantovani foi nomeado pelo então secretário Roberto Alvim, cuja queda precipitou uma campanha contra a imagem de membros do governo. A escolha de Regina Duarte parece ter buscado resgatar a imagem do governo frente aos jornais, o que explicaria a substituição de Mantovani por um nome amado pela esquerda.

Na prática, se ocorrer a nomeação, significa a devolução da área cultural às mãos da esquerda que a dominou por décadas, em troca de uma possível (mas não provável) trégua nas críticas vindas da classe artística.

6
Deixe um comentário

avatar
5 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
ClaudiaAlexTadeu Simas De Oliveira .LSBJOSE SOUZA Recent comment authors
  Subscribe  
Notify of
Rafael Nascimento
Visitante
Rafael Nascimento

Quanto mais o governo Bolsonaro dá sinais de tolerância e cede à pressão da grande mídia, mais ele será chamado de nazista, intolerante e ditatorial, abrindo assim espaço para a “nova esquerda” assumir o comando.
Vai dar certo çim, é só olhar o Chile, país mais desenvolvido da América Latina, com a esquerda tentando impor o caos e conseguindo

LSB
Visitante
LSB

Perfeito comentário. Quanto mais se dá “sinais de tolerância e cede à pressão da grande mídia” e à esquerda, quanto mais se tenta “ouvir o outro lado”, mais você será “chamado de nazista, intolerante e ditatorial”. Essa é a “Estratégia do Constrangimento”!!!
A esquerda aplicou essa estratégia durante TODO o século XX e, por isso, todo mundo é “meio de esquerda” hoje em dia e as legislações dos países dito “capitalistas” são socialistas. E eles continuam denunciando o “capitalismo selvagem” e dizendo que os governos devem fazer alguma coisa para barrar tal “selvageria”…
Assim pretendem chegar ao “comunismo”, mas com outra embalagem…
Abs
LSB

JOSE SOUZA
Visitante
JOSE SOUZA

Melhor será um militar de direita para a SECUL urgente!!!!

Tadeu Simas De Oliveira .
Visitante
Tadeu Simas De Oliveira .

Humberto Braga , Não foi de esquerda queremos distância.
Procure outro, que não seja de esquerda, do meio e nem de cima do muro.
Tem de De Direita Bolsonariano ! Pronto falei .

Alex
Visitante
Alex

Se ela tentar fazer isso será conhecida como a secretaria Mais rápida a ser demitida

Claudia
Visitante
Claudia

NÃO VAI DAR CERTO!!! Presidente Jair Bolsonaro : deixe a moça na Globo!!!Vai arrumar confusao para que???!! Diretor da Funarte está certíssimo!! A frase célebre do atual presidente da Fundação é: “o rock ativa a droga que ativa o sexo que ativa a indústria do aborto”, disse ele. “E a indústria do aborto alimenta uma coisa muito mais pesada, que é o satanismo. O próprio John Lennon disse abertamente, mais de uma vez, que fez um pacto com o Satanás.”