Anúncio:

O mundo está atento ao contágio global do perigoso coronavírus, iniciado na cidade de Wuhan, na China. Já nos primeiros casos e mortes confirmadas, surgiu a hipótese que associava o vírus a uma sopa de morcego tradicionalmente consumida pela população, o que foi imediatamente desmentido pelo governo. É comum ouvir falar que os hábitos alimentares exóticos dos chineses são tradicionais. Mas na verdade, eles foram o produto da fome gerada pelo horror comunista que foi chamado de "Revolução Cultural", de Mao Tse Tung.

Entre 1958 e 1962, 45 milhões de chineses morreram de fome como consequência direta do chamado “Grande salto para frente”, espécie de "programa de aceleração do crescimento" da China, implementado por Mao Tse Tung e o Partido Comunista Chinês, como parte da grande Revolução Cultural.

Anúncio:

A versão oficial da história chinesa, dita pelo Partido Comunista, é que muitas pessoas ...

Conteúdo

Clique aqui e desfrute cursos, artigos e estudos exclusivos.
Apoie veículos independentes.


Se você já é assinante faça seu login abaixo: