Ucrânia: Ataque de míssil russo considerado uma das possíveis causas do acidente de avião no Irã

Autoridades iranianas negam apresentar caixa preta

0
Anúncio:

Uma autoridade ucraniana disse nesta quinta-feira, dia 9, que o governo está considerando um ataque com mísseis russos como uma das várias causas possíveis para o acidente de avião ucraniano ocorrido logo após o voo decolar do aeroporto internacional de Teerã na manhã desta quarta-feira, dia 8. Informou o canal de notícias Foxnews.

Siga Estudos Nacionais no Twitter e no Facebook 
Leia Também: Bolsonaro veta diretriz que submetia Brasil à Agenda 2030 da ONU

Anúncio:

“Um ataque de um míssil, possivelmente um sistema de mísseis Tor, está entre as principais (teorias), à medida que surgiram informações na internet sobre os elementos de um míssil encontrado perto do local do acidente”, Oleksiy Danilov, secretário de Segurança do Conselho Ucraniano, disse à mídia do país.

A Ucrânia aguarda a permissão do Irã para procurar restos de mísseis no local do acidente.

Investigadores iranianos disseram na quinta-feira que as caixas pretas pertencentes ao avião foram danificadas e algumas partes de sua memória foram perdidas.

O acidente do voo da Ukraine International Airlines com destino a Kiev na quarta-feira, dia 8, levantou preocupações sobre a transparência do Irã durante a investigação. O Irã justificou falha mecânica, mas alguns especularam que o ataque anterior de mísseis de Teerã às bases iraquianas que abrigam tropas americanas pode ter relação com o ocorrido.

Todas as 176 pessoas a bordo do voo morreram.

As caixas pretas do avião foram encontradas em meio aos destroços, não muito longe do Aeroporto Internacional Imam Khomeini, mas o Irã se recusa a entregá-las à Boeing ou ao Conselho Nacional de Segurança dos Transportes.

“Não entregaremos a caixa preta ao fabricante e aos americanos”, disse Ali Abedzadeh, chefe da Organização da Aviação Civil da República Islâmica do Irã, segundo a BBC News.

Os investigadores não deram uma razão para o acidente que derrubou o Boeing-737, mas disseram que o piloto estava tentando levar o avião de volta ao aeroporto pouco antes do acidente.

Siga Estudos Nacionais no Twitter e no Facebook 

Leia Também: Bolsonaro veta diretriz que submetia Brasil à Agenda 2030 da ONU